16.7.06

A primeira girafa da China

Fiquei pensando por que as girafas são tão fascinantes para mim. Veja só, encontrei isto e acho que faz sentido:

"Desconhecida fora do continente africano, a girafa despertava de tal modo a curiosidade que era enviada para outros países como presente diplomático. Uma das primeiras referências narra sobre um presente do Sultão de Malindi (costa do Quênia) ao imperador chinês Yongle, da Dinastia Ming (1368-1644).

Yong-le, também chamado de Yung-lo, foi um governante expansionista entre 1403 a 1424 que soube usar o poder naval durante a Dinastia Ming – considerada a mais estável e próspera de todas.

No início do século XV, a serviço dele, o almirante eunuco Zheng He empreendeu sete expedições marítimas que o levaram entre o porto chinês de Nanquim a outros portos distantes.

Foi a sua quarta expedição que trouxe à China a primeira girafa — presente do sultão de Malindi ao imperador chinês. Toda corte se reúne em uma das portas de Beijing, num dia de verão, de 1415, para admirar o majestoso andar e o ritmo dos movimentos da girafa.

Na China, zhi lin ou qilin é um animal mítico considerado sinal de boa sorte e felicidade, tem cabeça de dragão, corpo de veado, pescoço de cachorro, pernas de cavalo e rabo de vaca. Simboliza benevolência do imperador e aparece quando este reina com prosperidade e ascendência.

A primeira girafa que chegou à China foi considerada um presente muito auspicioso, pois chamada na língua da antiga Somaliland (atual norte da Somália) de girin - também uma antiga expressão utilizada na China "chi'i-lin" (uma espécie de unicórnio), assim como uma cidade do leste do país: jilin), imediatamente, foi nomeada pelos chineses de qilin.

Logo ela virou emblema de paz, harmonia e virtude, tornando-se o animal mítico da felicidade. Ela se juntou com outras criaturas exóticas no zoológico particular do imperador: a Floresta Proibida."

4 comentários:

Paulinho disse...

Que presente de grego! Uma foto seria suficiente (hehehe). Eu sinto algo parecido pelas árvores, por isso acho que te entendo. Beijão.

isaumir disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
isaumir disse...

Betoviska, ha algum tempo atras, quando voce me enviou o link a primeira vez eu nao deixei nenhum comentario pq me senti um pouco intimidado com os comentarios tecnicos/filosoficos de alguem que parece conhecer muito bem, sobre escrever bem. Eu nao conheco da tecnica, eu somente leio, sinto emocoes, faco uma viagem junto com cada palavra. Bom, quero lhe dizer que me encanta este poder que voce tem de escrever tao bem. Te amo. Zaumis

isaumir disse...

Betoviska, ha algum tempo, quando voce me enviou o link a primeira vez eu nao deixei nenhum comentario pq me senti um pouco intimidado com os comentarios tecnicos/filosoficos de alguem que parece conhecer muito bem, sobre escrever bem. Eu nao conheco da tecnica, eu somente leio, sinto emocoes, faco uma viagem junto com cada palavra. Bom, quero lhe dizer que me encanta este poder que voce tem de escrever tao bem. Te amo. Zaumis