17.5.10

Imagem ou miragem?

Tia Néia era uma figura. Ou melhor, uma pintura. É que todos os dias ela pintava o rosto com tinta guache. “Volto a ser criança”. O que ela queria dizer com isso? Que a tinta rejuvenescia como um creme Pond’s? Ou tudo não passava de coisa de adulto saudoso da infância?

A tia contava que cada cor trazia um beneficio diferente para a pele. O vermelho era pra se apaixonar. O verde, pra encontrar uma solução. O amarelo, pra correr sem parar. E com o lilás, dormia-se que era uma beleza.